Contar calorias…

É sério… Passei a minha infância, adolescência e início da vida adulta como uma das mais magras da turma, as calças ou eram largas ou curtas, não existia meio termo! E sempre AMEI comer… Principalmente salgados cheios de massa e queijo! Mas, ainda bem, nunca engordei…

Comia horrores a qualquer horário, isso incluí aquele lanche de 2 mil calorias as 5h da matina pra deitar na cama sorrindo e feliz depois de 10 latinhas de cerveja e uns 2 capetas… Ou então aquele pacote de bolacha recheada no meio da tarde… E até mesmo os vários pedaços de pizza no jantar! Sem engordar um grama (ê tempo bão)

Qualquer das extravagâncias acima soariam hoje como uma das maiores heresias com o meu corpo que se esforça diariamente para perder aqueles tão sofridos últimos 4kg da dieta.

É, isso mesmo, eu já FUI magra não sou mais (ao menos não se não me cuidar)… já pesei até mais do que eu deveria (muito mais na verdade)… Perder os quilinhos indesejáveis se fez aos poucos… numa primeira leva foram 5kg… Na última dieta (q já dura 10 meses) foram 9kg, uma super vitória!

O bom disso é que aprendi a conviver de dieta… Claro que tenho os dias de Mc Donald’s, pizzas ou docinhos… mas faz muito tempo que não como uma lasanha ou bacon, por exemplo…

O lance e a grande preocupação é não deixa escapar (como diria um amigo meu)… As exceções podem ser abertas, mas no dia seguinte tem que segurar um pouco mais a onda… E dá-lhe contar calorias, arroz integral, grãos integrais, linhaça, chá verde e tudo mais que (dizem) ajudar a perder as gordurinhas… Vou experimentando novas táticas para driblar a fome e a vontade louca de comer chocolates, carboidratos e outras cosinhas gostosas…

Meu grande problema é a convivência com o Preto… é trevas ser casada com um chefe de cozinha, pois resistir as suas tentações são um martírio… Por isso, passo a semana pianinho para poder experimentar tudo (várias vezes) quando estamos juntos e aí sim deliciar as delícias gastronômicas sem culpa… Bom, talvez, só um pouquinho!

Anúncios